22 de abril de 2018 - 01:47

? ºC Cuiabá - MT

Publicidade

Banner sicredi

Política

20/03/2018 14:58

Russi rebate Júlio: “DEM tem mais de 50 cargos no Governo”

CAMILA RIBEIRO 
DA REDAÇÃO
 

O secretário-chefe da Casa Civil Max Russi rebateu críticas feitas pelo ex-senador Júlio Campos (DEM), que alegou “desvalorização” do governador Pedro Taques (PSDB) em relação ao Democratas.

 

Na última semana, Campos afirmou que o DEM trabalha uma candidatura própria ao Governo, já que “neste atual mandato o doutor Pedro Taques achou que o DEM não tinha nenhum valor político para compor seu Governo”.

 

O chefe da Casa Civil, por sua vez, disse que prova da valorização dada pelo governador ao partido é o fato de a sigla ter mais de 50 pessoas no Governo.

Além disse, Russi lembrou que, até a última semana, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) é quem respondia pela liderança do Governo na Assembleia Legislativa.

“O presidente do Intermat, Candido Teles, é do DEM; o líder do Governo era do DEM... Tem mais de 50 pessoas do DEM no Governo, indicações de deputados, indicações do partido. Se não isso é participar...”, afirmou o secretário.

 

Ele afirmou ainda que à época em que a equipe de Taques estava sendo formatada o próprio DEM deu liberdade para o governador montar seu staff.

 

“Lá atrás, quando o governador reuniu todos os partidos, eles falaram: "Olha, governador, monte seu secretariado, monte sua equipe da forma que entender’. E o governador fez dessa forma, procurou administrar o Estado dessa forma. Agora é logico que nem tudo que se fazia no passado se conseguiu fazer no Governo Taques”, disse Russi.

 

Rompimento

Apesar de Dilmar ter deixado a liderança de Taques com o argumento de se dedicar à sua reeleição, o secretário Max Russi vê sinais de um possível rompimento da sigla com o Governo.

“Até essa semana ele era líder do Governo, defendia o Governo e, nesse momento, por que está entregando a liderança? Está largando aliança para não ser aliado, teoricamente”, disse.

“Esperamos que o DEM esteja junto, componha com a gente, mas se o DEM definir que irá trabalhar outro projeto, a gente tem que respeitar. O momento do aliado foi na construção, como eles bem falam, lá atrás. Nesse momento estão procurando outro caminho, outra candidatura, outro projeto”, concluiu.

 


Banner sicrediBanner sicrediBanner sicredi

Historia do Jornal O Estado!!

O jornal O Estado e um jornal impresso que circula em mato grosso desde 2001 com objetivo de levar informações e noticias para nossos leitores de mato grosso

O Estado

Avenida Rubens de Mendonça 2478,
Av. CPA, Edifício Cuiabá Center.

Redes Sociais

Todos os Direitos Reservados para O Estado

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo