22 de abril de 2018 - 01:31

? ºC Cuiabá - MT

Publicidade

Banner sicredi

ELEIÇÕES 2018

06/04/2018 12:15

Leonardo e Marrafon deixam governo para disputar eleição; prazo termina amanhã

secretário de Educação Marco Marrafon (PPS) e o adjunto de Esportes Leonardo Oliveira (PPS) já estão exonerados dos cargos para poderem concorrer a deputado federal e estadual, respectivamente. Em seus lugares foram nomeados a então adjunta Marioneide Angelica Kliemaschewsk e Franz Robert da Silva Correa.

Outros secretários, adjuntos e presidentes de autarquias que pretendem deixar seus cargos para entrar na corrida eleitoral devem acelerar o passo para que os atos de desincompatibilização sejam publicados em Diário Oficial até segunda (9). O prazo final termina oficialmente no sábado (7), data que marca os seis meses antes da eleição, mas a tendência é que tentem agilizar esse processo para evitar possíveis questionamentos futuros de adversários.

Há, inclusive, a possibilidade de o governo rodar uma edição extra do Diário no sábado para garantir que todas as publicações sejam feitas dentro da data limite. No caso das filiações ou troca de partido, que também podem ser feitas somente até o sábado, os documentos que comprovam a entrada nas legendas pode ser apresentado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) até a segunda (9) e será publicado com data retroativa.

Na terça (3), Wilson Santos (PSDB) e Max Russi (PSB) deixaram secretarias estaduais de Cidades e Casa Civil, respectivamente, e retornaram para a Assembleia. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial no mesmo dia. No entanto, também estão de saída os secretários Carlos Avalone (Desenvolvimento Econômico), Suelme Evangelista (Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários), Kleber Lima (Cultura) e Marcelo Duarte (Infraestrutura e Logística).

 
 
Os presidentes da Intermat e da Empaer Cândido Teles e Lair Motta, respectivamente, também vão pedir exoneração para participar do processo eleitoral. Entre os adjuntos, as baixas deverão ser Luiz Carlos Nigro (Turismo) e Leopoldo Mendonça (Empreendedorismo e Investimento).

No caso do “troca-troca” de partido, viabilizado pela chamada janela partidária que iniciou em 7 de março e também encerra no sábado, o cenário mato-grossense assiste a movimentação de vários parlamentares. O DEM, que antes contava apenas com o deputado estadual Dilmar Dal'Bosco, ganhou três dissidentes do PSB: o presidente da Assembleia Eduardo Botelho, Mauro Savi e o suplente Adriano Silva.

Já Oscar Bezerra está avaliando convite do PV, mas ainda não definiu se deixa o PSB. Allan Kardec saiu do PT e se filou ao PDT. Adalto de Freitas trocou o Solidariedade pelo recém-criado Patriota e Leonardo Albuquerque deixou o PSD e aderiu ao Solidariedade.

O TSE disponibilizará, a partir de sábado, todos os programas de computador de sua propriedade utilizados nos processos de votação, apuração e totalização, para que técnicos indicados pelos partidos políticos, pela OAB, pelo Ministério Público e por pessoas autorizadas em resolução específica possam acompanhar suas fases de especificação e desenvolvimento.


Banner sicrediBanner sicrediBanner sicredi

Historia do Jornal O Estado!!

O jornal O Estado e um jornal impresso que circula em mato grosso desde 2001 com objetivo de levar informações e noticias para nossos leitores de mato grosso

O Estado

Avenida Rubens de Mendonça 2478,
Av. CPA, Edifício Cuiabá Center.

Redes Sociais

Todos os Direitos Reservados para O Estado

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo